Banner

FAQ

Abaixo, respondemos algumas das perguntas mais frequentes em nossa plataforma.

  • Simplificando, big data é um conjunto de dados maior e mais complexo, especialmente de novas fontes de dados. Esses conjuntos de dados são tão volumosos que o software tradicional de processamento de dados simplesmente não consegue gerenciá-los. No entanto, eles podem ser usados para resolver problemas de negócios que você e sua empresa não conseguiam antes.

  • Trabalhamos com soluções que atendem diversas áreas de negócios.

    Ganhar Mais – Sales & Marketing

    Prospecção e Inteligência de mercado para gerar novos negócios, definir as políticas de expansão, fusões e aquisições e implantar novos serviços com previsibilidade

    Perder Menos – Risk & Compliance

    Análises de risco e conformidade com leis e reguladores, prevenção a diversos modais de fraudes, análises de públicos de interesse e soluções para Cobrança e Recuperação.

    MARKETING

    ANTI-FRAUDE

    COMERCIAL

    BIG DATA

    JURÍDICO

    FINANCEIRO

  • Data Driven se refere a processos organizacionais orientados a dados, ou seja, quando a empresa baseia a tomada de decisão e o planejamento estratégico na coleta e na análise de informações – e não em intuições ou simples experiências.

    Não é, portanto, apenas uma ferramenta, mas uma metodologia que permite às organizações terem uma ideia mais precisa do seu negócio, conferindo a elas uma maior capacidade de aproveitamento de oportunidades e de antecipação de tendências e problemas.

    Para isso, as ferramentas utilizadas em empresas data driven coletam dados de diversas fontes, tanto internas quanto externas. Elas cruzam informações de modo a oferecer um panorama mais claro do mercado – clientes, produtos, concorrentes, fornecedores e conjuntura – e da própria organização para que os gestores possam agir.

  • Vamos começar esclarecendo um detalhe que causa confusão: muita gente pensa que machine learning e inteligência artificial significam a mesma coisa, mas não é bem assim. Na verdade, a inteligência artificial é um conceito amplo que inclui o aprendizado de máquina como um dos seus recursos. Mas, vamos nos atentar aqui à resposta dessa pergunta.

    Machine learning também é um conceito com várias definições possíveis. Aqui vai uma que nos permite assimilar bem sua essência: aprendizado de máquina é um sistema que pode modificar seu comportamento autonomamente tendo como base a sua própria experiência. A interferência humana aqui é mínima.

    A tal modificação comportamental consiste, basicamente, no estabelecimento de regras lógicas, vamos dizer assim, que visam melhorar o desempenho de uma tarefa ou, dependendo da aplicação, tomar a decisão mais apropriada para o contexto. Essas regras são geradas com base no reconhecimento de padrões dentro dos dados analisados.

    Pense em uma pessoa que digita a palavra bravo em um site de busca. O serviço precisa analisar uma série de parâmetros para decidir se exibe resultados equivalentes a enfurecido ou a corajoso, dois significados possíveis. Entre os numerosos parâmetros disponíveis está o histórico de pesquisa do usuário: se minutos antes ele tiver buscado por coragem, por exemplo, o segundo significado é o mais provável.

    Esse é um exemplo muito simples, mas que ilustra alguns aspectos importantes do machine learning. Para começar, é importante que sistemas do tipo façam análises com base em uma quantidade significativa de dados, coisa que os buscadores têm de sobra por conta dos milhões de acessos que recebem e que, consequentemente, servem de treinamento.

    Outro aspecto ilustrado ali é a constante entrada de dados que favorece a identificação de novos padrões. Suponha que a palavra bravo passe a ser uma gíria associada a um movimento cultural. Com o machine learning, o mecanismo de pesquisa conseguirá identificar padrões que apontam para o novo significado do termo e, depois de algum tempo, estará apto a considerá-lo nos resultados das buscas.

    Há várias abordagens para o machine learning. Uma bastante conhecida é chamada de deep learning ou aprendizagem profunda. Nela, grandes quantidades de dados são tratadas a partir de várias camadas de redes neurais artificiais (algoritmos inspirados na estrutura de neurônios do cérebro) que resolvem problemas muito complexos, como reconhecimento de objetos em imagens.

  • No nível mais básico, um chatbot é um programa de computador que simula e processa conversas humanas (escritas ou faladas), permitindo que as pessoas interajam com dispositivos digitais como se estivessem se comunicando com uma pessoa real. Os chatbots podem ser tão simples quanto programas rudimentares que respondem a uma consulta simples com uma resposta de linha única ou tão sofisticados quanto assistentes digitais que aprendem e evoluem para fornecer níveis crescentes de personalização à medida que coletam e processam informações.

  • A Nexti é composta de especialistas apaixonados por tecnologia, que gera resultados para empresas através da extração de grandes volumes de dados, organização, interpretação e direcionamento. Nosso foco é simplificar e ajudar empresas a reduzir os riscos com inteligência e aumentar ganhos com direcionamento assertivo de recursos. Somos capazes de proporcionar a mesma tecnologia aplicada por corporações multinacionais em empresas de pequeno e médio porte para que alcancem os resultados desejados.

Icone de Email
Entre em contato
Fale com um consultor
Queremos entender os seus desafios para, juntos, transformá-los em resultados.
Para saber mais sobre nossas soluções, agende uma conversa com um de nossos consultores.






    Ao clicar no botão abaixo, você concorda que a Nexti armazene e processe as informações pessoais enviadas acima para fornecer o conteúdo solicitado. *Você pode cancelar o recebimento dessas comunicações quando quiser.